Pesquisar este blog

28.11.05

Mais um capítulo da séria série Só tenho amigo chic!.
Episódio de hoje "Graça Lima" e "Roger Mello"

(Mas também pode ser considerado um manifesto a favor de boas notícias, porque elas também existem)

O Brasil com exclamação
País ganha charge de quase meia página no 'Le Figaro'


(Ziraldo)

(...)
De fato, nós, brasileiros, devíamos escrever o nome do Brasil, sempre, com um ponto de exclamação no final. Apesar dos nossos imensos problemas de imagem para uso externo, apesar de toda a violência nacional, andando pelo mundo como tenho andado, chegando agora em Paris, vindo de Montevidéu, Buenos Aires e Miami - imaginem! - e a caminho da Itália, sempre que informo que sou do Brasil, com todas as más notícias que vêm daí, ouço, de volta, o nome do meu país ser pronunciado com alegre exclamação.

(...)
A notícia que ora mando de Paris é que, desta vez, o Sérgio Porto não poderia repetir a frase irônica. A presença do Brasil na França, este ano, foi, quase que se pode dizer, avassaladora. Por exemplo: os autores de livros infantis Roger Mello e Graça Lima, que estão aqui também representando o Brasil na Feira do Livro Infantil de Montreuil, me contam que, falando numa escola de um desses banlieus franceses de incendiários de automóveis, numa biblioteca para crianças não francesas, estas se encantaram com um fato. Crianças de origem portuguesa informaram a eles que, por causa desta nova descoberta do Brasil, estão perdendo o acanhamento de falar português.

Abrindo as páginas do Le Figaro da última quarta-feira deparo com esta manchete de sete colunas: ''O Ano do Brasil faz crescer a atração pelo português''. Numa matéria de meia página, o jornal comenta este fato e Jean-Michel Blanchet, reitor da Academia de Guiana, declara, entre outras coisas, que ''a tradição brasilianista está bastante viva''. Fala também do aumento significativo da freqüência de alunos de língua portuguesa e de planos concretos para incrementar programas de ensino da língua em instituições de ensino francesas.
(...)

(leia todo o artigo)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget