Pesquisar este blog

13.7.06

A crítica

A crítica pode ser um grande oportunidade de aprender. Uma boa crítica construtiva ajuda a aprimorar. Uma crítica que visa minar sua auto-confiança ou menosprezar você ou sua obra, ensina muito sobre quem a faz e colabora para que você saiba com quem está lidando e onde pode pisar. Distigüir uma da outra avalia o grau de saúde mental do criticado e beira a arte.

Entretanto, algumas críticas são tão surpreendentes, que chegam as raias do risível. Dia desses ouvia mais uma dura crítica ao fato de ser mulher. Neste estilo, temos as clássicas, como vocês sabem: mulher tem TPM, mulher chora à toa, as mulheres são histéricas, as mulheres não sabem o que querem, as mulheres são traiçoeiras, as mulheres não podem assumir cargos importantes porque faltam ao trabalho se o filho adoece... A misoginia é um fenômeno histórico. E creio que se calca na necessidade de tentar diminuir o poder das mulheres para que ela não possa assumir o real papel que lhe cabe na sociedade.

Meu interlocutor argumentava que as mulheres são sujas. O motivo? Elas usam muito papel higiêncio.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget