Pesquisar este blog

4.2.13

O Leva-e-Traz cultural do Buzum do Samba



Tem roda de samba, tem palestra, tem festa e ainda leva os passageiros a lugares onde o que chegou para ir e vir com música e cultura.ritmo brasileiro por excelência é rei. É o Buzum do Samba!

Nessas excursões-festas-eventos está o conceito que norteia o Buzum do Samba: promover o diálogo cultural Zona Norte-Zona Sul, Capital-Interior. O ônibus vai circular pelas ruas e estradas do Rio de Janeiro, num leva-e-traz cultural, que enriquecerá a alma tanto de quem nele embarca quanto daqueles que recebem sua visita. Esta caravana cultural irá beber na fonte das manifestações culturais mais autênticas do nosso estado, levando em troca informação cultural e música para estabelecer uma comunicação mais efetiva com outros núcleos de cultura popular. Tudo isso proporcionará a quem embarcar no Buzum do Samba e aos anfitriões uma experiência artístico-cultural rica e prazerosa.

Trata-se de um projeto inédito que faz a sua viagem inaugural no dia 24 de fevereiro. É quando o Buzum do Samba parte do Largo do Machado para depois da Central, visita sítios relacionados ao samba pela cidade e aporta no Centro Cultural Cartola, ao pé da verde e rosa, num dia inteiro de cultura e diversão. Tendo como tema o mestre mangueirense, as origens do samba e o samba de morro, essa primeira partida inclui uma visita ao Centro Cultural que leva seu nome, com direito a almoço e apresentações da Orquestra de violinos Cartola e do Samba de Benfica.

Essa é a apenas a primeira viagem. Já em março, o tema é Candeia, partido alto e jongo. Por isso, no dia 17, o Buzum do Samba parte cantando rumo ao GRANES Quilombo, a escola de samba fundada pelo homenageado e outros bambas em Fazenda Botafogo/Acari. Pelo caminho, muita informação, mordomia e diversão a bordo. Ao chegar, os buzungueiros vão saborear aquela feijoada, participar de oficina e roda de jongo e duas rodas de samba, uma da própria Comunidade da Quilombo e outra do Samba de Benfica.

Em 7 de abril, o destino é Vassouras. Lá os passageiros vão explorar as tradições populares do Vale do Café com visitas a locais relevantes da cultura afro-brasileira, com direito a Folia de Reis, sem contar com o sempre presente som do Samba de Benfica.

Ainda haverá duas partidas: uma para a Vila Isabel de Noel e outra para a Duas Barras de Martinho da Vila e do canto das lavadeiras. Em cada um dos pontos de chegada, os buzungueiros serão recebidos por agentes culturais locais.

Para saber mais:

(21) 9267-8980 / (21) 8872-7939





Patrocínio:







Apoio:

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget