Pesquisar este blog

14.12.04

Não importa o quanto eu planeje, me organize, antecipe. Quando chega dezembro tudo se atropela, precipita, embola. São tarefas, presentes, confraternizações de última hora. É trabalho, vida social, convivência familiar tudo ao mesmo tempo agora. Até a pintura de uma infiltração que o condomínio me devia desde fevereiro, teve que acontecer justamente esta semana. E imagina se foi naquele cantinho entulhado de estantes com livros e bibelôs que dão um trabalhão para remover e outra epopéia para por tudo no lugar... E adivinha se o arremate do trabalho que era pra hoje foi feito... Não! A vida um caos, a sala um caos! Quer mais? Criança com bronquite. Sim, nada combina mais com cheiro de tinta... É pouco? Parece que estou tendo outra crise provocada pela deficiência de convergência, com mais enjôo que nunca. Nada combina mais com enjôo que cheiro de tinta...

E a cabeça não pára porque o que estava planejado para 2004 não aconteceu por contingência, falta de parceria - já que era algo difícil de se fazer sozinha - e, para falar a verdade, pouco empenho de minha parte. Isso significa que estou oficialmente encerrando este ciclo da minha vida e seguindo adiante, retomando minha história a partir do ponto em que ela foi cortada. Muitas vezes tenho a nítida impressão de que sou uma espécie de Persófone. O novo ano será o momento em que volto à superfície.

Este final de ano estou canalizando a expectativa de Natal toda na visão infantil do moleque. Por mim, arranjaria uma estrutura bem menor. Mas lembro como era bom uma Noite Feliz quando tinha a idade dele. Não que não continue me emocionando com a data. Só estou estabelecendo outras prioridades. Sei, entretanto, que em pouco tempo, essas noites de Natal, cheia de arrulhos de criança serão apenas saudades. Então, mesmo com todo cansaço e mal-estar, vamos a ele.

Estou soando mal-humorada? É que ontem tive que enfrentar supermercado. Isso sempre me drena. Mas daqui a pouco vou estar melhor. Só queria poder tomar um Dramine e dormir, até o enjôo passar...

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget