Pesquisar este blog

14.7.04

Quero o segundo volume do livro A Casa da Mãe Joana de Reinaldo Pimenta.

Mas nem tenho coragem de entrar numa livraria com a pilha de livros que se acumulam na minha cabeceira aguardando sua vez de serem lidos.

Esta é mais uma prova de que eu precisava de uma daquelas férias em lugar ermo e silencioso, bom pra fazer nada, quer dizer, só ler e/ou namorar. E comer muito. E voltar depois de uma semana, morrendo de saudade de todas as facilidades da vida moderna e caçando uma boa dieta que compre nossa indulgência. Ah, queria mesmo.

Aliás, ando querendo um monte de coisas ultimamente, sabe?

Será que isso é bom?

Tem uma frase que eu li outro dia que ainda está flutuando aqui na cachola e diz mais ou menos que "Bom é ter esperanças, não expectativas."

Eis a história da minha vida nos últimos dias:



Ou Isto ou Aquilo
(Cecília Meireles)

Ou se tem chuva e não se tem sol
ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget