Pesquisar este blog

9.12.04

Fui convidada para o evento pelo pessoal da Putumayo e nossa roda de conversa foi animada por pessoal quentíssimo do meio cultural e mais um monte de gente fina, elegante e sincera que tenho a honra de ter no meu círculo de amizade. A festa bombou e eu conto pra você como foi.

Ontem fui à inauguração de uma loja no Rio Design Barra. Como você deve saber, aquele shopping era dedicado, praticamente de forma exclusiva, à decoração. A louvável exceção ficava por conta da gastronomia e da cultura, representada por salas de cinema com seleção primorosa e uma livraria de tirar qualquer amante de livros do sério, ruindo com orçamentos. Sempre foi um dos meus favoritos, além dos motivos citados, por sua bela arquitetura e corredores vazios. Tem maior diferencial que esse em pleno mês de dezembro? Pois agora, e já isso deve ser também do seu conhecimento, o lugar está passando por uma reformulação em seu mix de lojas. Muitas grifes de roupas estão instalando novos pontos de venda por lá.

Gosto de uma boa badalação. Observar pessoas é um hobby para mim. É prazer ver e ouvir não apenas seus comportamentos e suas histórias - cacoete de uma escritora latente (e, temo, sem talento) -, mas também seu habitat, suas penas, pêlos e peles, sua organização social, seus hábitos alimentares e de acasalamento. A festa da Totem foi um prato cheio.

As fotografias expostas eram lindas, assim como as modelos que circularam por lá. Só ainda não cheguei ao ponto de distinguir uma da outra e conhecê-las pelos nomes. Os drinks e acepipes eram gostosos como os gatos. A coleção verão 2005 deles é um caso de sério de amor à primeira vista. Dá vontade de comprar tudo, pôr na mochila e seguir pelo nosso litoral, relaxando e curtindo, parando em tudo quanto é cidade até acabar o mapa do Brasil... Ah, se eu pudesse, se meu dinheiro desse... Bom, o deputado mosca-de-padaria da novela das oito apareceu com sua bela esposa, cujo corpo sequer sugere que recentemente deu um bebê à luz. Tinha também aquela loirinha espevitada que, literalmente e não, batia (ainda bate?) um bolão e adora um par de chuteiras. Vi também uma outra loira esportista e fiquei pasma porque ela não é tão grande quanto eu pensava. Pelo menos é bem mais baixa que eu.

E música da Putumayo, que agora tem também na Totem.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget