Pesquisar este blog

11.4.04

Quando convidamos C. para o almoço de Páscoa com prato principal de bacalhau preparado pelas mãos de meu amo e senhor, ela disse que só poderia vir se trouxesse a mãe que não queria deixar sozinha, já que os outros irmãos estavam viajando. Que bom!

Bem verdade que eu nunca tinha conversado muito com a matriaca, embora fosse uma fã, com quadros dela pendurados na parede de casa e principalmente por gostar tanto de seus filhos e pupilo. A gente sempre se encontrava em festas, em vernissages, muita gente em volta e pouca chance de trocar mais que parcas palavras.

Pois hoje tivemos tempo e gosto de nos conhecermos um pouco melhor, animadas pela simples alegria de estarmos todos juntos e ainda contarmos com a presença de Baco.

Tudo é agradável quando trocamos idéias com pessoas sensíveis, generosas e inteligentes. E se ainda recebemos como brinde uma história linda, cheia de cor e emoção, o dia vale, a vida fica mais saborosa.

E até aquela dúvida - recomeço a dieta amanhã ou antes dou cabo de todo o chocolate? - toma a real dimensão: uma bobagem.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget